Dicas para enfrentar a crise

CEDUF | Centro de Educação Profissional

Dicas para enfrentar a crise

Muitos profissionais têm dificuldades de recolocar-se no mercado de trabalho

 emprego

 e motivos não faltam para isso: o excesso de profissionais desempregados, desqualificação profissional e a alta competitividade são alguns deles.

Veja algumas dicas para conquistar uma vaga de trabalho:

CURRÍCULO: não saia entregando ou enviando currículo de qualquer maneira em qualquer lugar. Isso mostra desespero e não competência, além de aumentar a frustração de não ser chamado para uma entrevista. Procure lugares onde suas experiências profissionais e acadêmicas podem ser úteis. Além disso, é fundamental especificar no currículo as qualidades e atividades que você realizou e que têm a ver com a vaga pretendida. Dependendo da situação, será preciso fazer um currículo diferente e específico para cada tipo de empresa. E jamais envie para várias pessoas ao mesmo tempo. Para quem recebe, passa a imagem de um profissional que não se valoriza e aceita fazer qualquer coisa. Em alguns casos, é melhor entregar o currículo pessoalmente, pois abre chances de conversar com o contratante, e por email, pode ir direto para o lixo.

CURRÍCULO ONLINE: invista em sites de recrutamento e seleção, e de carreiras como o LinkedIn, entre no site das grandes empresas e se cadastre, mas mantenha o currículo sempre atualizado. Toda vez que você muda alguma coisa nele, o sistema no computador entende que você ainda está vivo e que está a disposição para uma oportunidade. Use palavras corporativas para que, assim, você seja encontrado por meio do radar de buscas.

CONTATOS: não tenha vergonha de pedir uma oportunidade. O máximo que pode acontecer é você ouvir um não. Entre em contato com amigos, parentes, vizinhos, colegas de igreja e da academia, ex chefes, gestores de empresas, gerentes de loja, enfim, não abra mão de ninguém. Muitos empregos surgem e não são anunciados nos classificados. As pessoas entram por indicação. Recorra não apenas ao Facebook e ao WhatsApp, mas ligue ou converse pessoalmente. Nada substitui o contato olho no olho.

Tempo é dinheiro até quando você está desempregado. Enquanto o emprego não vem, procure fazer outra coisa tal como cursos de qualificação. Além disso, há congressos, fóruns, debates, feiras, enfim, lugares onde não só é possível aumentar o conhecimento como também fazer contatos profissionais. Quanto mais parado ficar dentro de casa, mais desanimado e para baixo ficará. Mas nada disso cairá do céu. Você precisa reagir e procurar.

NEGOCIAÇÃO: sim, você precisará aceitar um salário menor do que o que ganhava. E talvez seja preciso trabalhar em uma área diferente da que estudou ou tem experiência. Mas veja isso de forma positiva. Além de aprender coisas novas, você estará de volta ao jogo do mercado de trabalho, pois quem fica em casa é facilmente esquecido. E nada lhe impede de estar de olho em outras coisas melhores enquanto estiver trabalhando em uma área diferente de sua profissão. Lembre-se: é passageiro e será importante ter um salário no final do mês para pagar as contas, manter a autoestima elevada e dormir mais tranquilo.

Fonte: www.folhavitoria.com.br

Voltar


Curso Técnico em Radiologia


NEWSLETTER

Assine nossa newsletter e receba todas as novidades no seu email.

Desenvolvido por danielfarias.net
Topo