Campanha alerta para o risco de doenças do coração em mulheres

CEDUF | Centro de Educação Profissional

Campanha alerta para o risco de doenças do coração em mulheres

Você sabia que a as doenças cardiovasculares matam mais mulheres que o câncer de mama?

coração 

Ainda assim, tais doenças aparecem mais associadas ao universo masculino, com bem menos destaques para as mulheres que os tumores.

Pensando nisso, a campanha “Go Red for Women” (“Fique Vermelha para as Mulheres”, em tradução livre), em parceria com a SBHCI (Sociedade Brasileira de Hemodinâmica e Cardiologia Intervencionista), tem o objetivo de alertar as mulheres sobre risco e prevenção das doenças do coração. O dia mundial dessa campanha é comemorado na primeira sexta-feira do mês de fevereiro (no caso de 2015, dia 6). Nesse dia, museus, empresas e monumentos são iluminados e as pessoas são convidadas a se vestirem de vermelho para demonstrar o seu apoio.

Com o mote “As mulheres podem tudo. Só não podem esquecer da própria saúde!”, a campanha chama atenção para o fato de que a mulheres muitas vezes deixam de lado os sintomas das doenças cardiovasculares, acreditando que o mal estar que está sentindo é passageiro ou fruto de outras doenças.

Sintomas de infarto são diferentes nas mulheres

A cada ano, mais mulheres são vítimas de doenças cardiovasculares no Brasil. Atualmente, cerca de 30% dos casos de infarto têm mulheres como vítimas. Por conta disso, é necessário alguns cuidados especiais, já que o músculo cardíaco delas possuem algumas particularidades em relação ao dos homens.

O coração delas é menor, as artérias coronárias são mais estreitas e a frequência cardíaca de repouso maior, ou seja, o coração é mais acelerado. Essas mudanças, em si, não são grandes causadoras de problemas, segundo a médica cardiologista Elizabeth Giunco Alexandre, do Instituto Dante Pazzanese de Cardiologia, mas é importante ficar atenta, porque o diâmetro dos vasos pode favorecer o acúmulo de gorduras no futuro. “Tal particularidade vai interferir mais em uma cirurgia de revascularização dos vasos ou no caso de uma implantação de stents, caso seja necessário”.

Também são diferentes os sintomas que as mulheres sentem em caso de infarto. Geralmente não há a presença de dois sinais bastante reconhecidos: aquela forte dor no peito do lado esquerdo e o formigamento no braço.

Fonte: coracaoalerta.com.br

Voltar


Curso Técnico em Radiologia


NEWSLETTER

Assine nossa newsletter e receba todas as novidades no seu email.

Desenvolvido por danielfarias.net
Topo