Após 14 anos livre do sarampo, Ceará já acumula 673 casos da doença

CEDUF | Centro de Educação Profissional

Após 14 anos livre do sarampo, Ceará já acumula 673 casos da doença

Equipes da Organização Mundial de Saúde (OMS) visitaram o Ceará este mês na

vac

tentativa de encontrar soluções junto ao governo do estado para o controle da doença.

Após os 14 anos livre do sarampo, o estado do Ceará já acumula 673 casos da doença, que voltou a preocupar autoridades médicas desde 2013. O último caso no estado foi registrado esse ano em Caucaia, região metropolitana de Fortaleza. O médico infectologista Aldo Ângelo aponta que falhas no sistema de prevenção à doença explicam a volta do sarampo.

Em entrevista à Band News FM, o secretário de saúde do estado Carlile Lavor, recém empossado no cargo, reconheceu que o ressurgimento da doença indica falhas na vacinação. A recomendação da Secretaria é que os pais cumpram o cronograma e imunizem seus filhos.

Equipes da Organização Mundial de Saúde (OMS) visitaram o Ceará este mês na tentativa de encontrar soluções junto ao governo do estado para o controle da doença. Até o final dos anos 70 o sarampo era uma das principais causas de óbito por doenças infectocontagiosas, sobretudo em menores de cinco anos.

Segundo dados oficiais, até 1991 o Brasil enfrentou nove epidemias sendo uma a cada dois anos, em média. Já em 1986 o país chegou a registrar picos de caso com 130 mil pacientes confirmados. A situação começou a ser controlada a partir do início da década de 1990.

Fonte: Tribuna do Ceará

Voltar


Curso Técnico em Radiologia


NEWSLETTER

Assine nossa newsletter e receba todas as novidades no seu email.

Desenvolvido por danielfarias.net
Topo