Medicamento 3 em 1 contra Aids começa a ser distribuído

CEDUF | Centro de Educação Profissional

Medicamento 3 em 1 contra Aids começa a ser distribuído

O Ministério da Saúde iniciou a oferta da dose tripla combinada (o chamado 3 em 1)

aids 

dos medicamentos tenofovir (300 mg), lamivudina (300 mg) e efavirenz (600 mg) para pacientes portadores de HIV e aids.

A distribuição começou em novembro de 2014, com os estados do Rio Grande do Sul e do Amazonas, pois são os locais com maiores taxas de contaminados. A partir de agora, todos os estados brasileiros contarão com o medicamento, que deverá beneficiar aproximadamente 100 mil pacientes. A pasta investiu R$ 36 milhões na aquisição de 7,3 milhões de comprimidos. O estoque é suficiente para atender os pacientes nos próximos 12 meses.

O uso do medicamento 3 em 1 está previsto no Protocolo Clínico de Tratamento de Adultos com HIV e Aids do Ministério da Saúde como tratamento inicial para os pacientes soropositivos.

Para o infectologista Esper Kallás, do hospital Sírio-Libanês, o principal ganho com o novo medicamento antirretroviral está na redução do número de pacientes que deixam de dar continuidade ao tratamento. Isso porque a disponibilidade das três composições em um único comprimido facilita a ingestão, permitindo boa adesão ao tratamento e durabilidade do esquema terapêutico. “Vai facilitar muito, pois ao invés de tomar três comprimidos, o paciente ingere somente um. Com esse tipo de tratamento, poderá existir uma redução da transmissão do vírus, além de melhorar a qualidade de vida da pessoa. Mas é só o primeiro passo. É necessário que haja a consolidação de outros medicamentos, também”.

Fonte: http://drauziovarella.com.br

Voltar


Curso Técnico em Radiologia


NEWSLETTER

Assine nossa newsletter e receba todas as novidades no seu email.

Desenvolvido por danielfarias.net
Topo