Sai o Outubro Rosa e Entra o Novembro Azul

CEDUF | Centro de Educação Profissional

Sai o Outubro Rosa e Entra o Novembro Azul

A cor mudou, mas o objetivo continua o mesmo.

novembro

Novembro Azul

O Movimento Novembro Azul foi criado justamente para desmistificar o exame de toque e alertar a ala masculina sobre a doença. A ideia é convocar a sociedade para quebrar o preconceito e encorajar os homens a cuidarem de sua saúde. Que tal aderir à esta causa e exercer o seu papel social?

Câncer de próstata pode matar 12 mil homens brasileiros em 2014. As estatísticas alertam sobre a importância da prevenção do câncer de próstata.

Basta a informação de que mais de 12 mil brasileiros podem morrer em 2014 em decorrência do câncer de próstata, para alertar quanto à gravidade da doença e a necessidade do rastreamento precoce da doença. Contudo, esse tema envolve questões delicadas no imaginário de muitos homens, que se deixam levar pelo preconceito criado em torno do exame de toque.

Especialistas apontam que é necessário, sim, fazer o exame para detectar o problema desde o início. Quando isso acontece, as chances de cura são muito maiores, cerca de 90%. O exame é um procedimento rápido e simples, que deve ser realizado mesmo na ausência de sintomas, principalmente após os 45 anos de idade, faixa etária em que começa a aumentar a incidência da doença.

Agora, se há histórico de outros casos na família ou sintomas como dificuldade de urinar ou dores, não perca tempo! Procure um urologista para fazer o exame de toque, podem ainda ser solicitados outros exames: o exame de sangue para dosar o PSA (antígeno prostático específico) ou uma biópsia guiada por ultrassom transretal.

O que é a próstata?

É uma pequena glândula do sistema reprodutor masculino, que pesa de 25 a 30 gramas e se assemelha a uma castanha. Ela localiza-se abaixo da bexiga e sua principal função é produzir 70% do esperma.

Fatores de risco

Idade (cerca de 62% dos casos são de homens a partir dos 65 anos).

Histórico familiar.

Raça (maior incidência entre os negros).

Alimentação inadequada, à base de gordura animal e deficiente em frutas, verduras, legumes e grãos.

Sedentarismo.

Tratamentos

O tratamento depende do estágio do câncer de próstata e das características de cada paciente. As opções mais comuns são: Vigilância ativa

Cirurgia

Radioterapia Terapia hormonal Quimioterapia

Ultrassom concentrado de alta intensidade

Fonte: novembroazul.com.br

Voltar


Curso Técnico em Radiologia


NEWSLETTER

Assine nossa newsletter e receba todas as novidades no seu email.

Desenvolvido por danielfarias.net
Topo