Atividade física desorientada pode causar problemas cardiovasculares graves

CEDUF | Centro de Educação Profissional

Atividade física desorientada pode causar problemas cardiovasculares graves

Certamente você já percebeu que ao começar a fazer qualquer atividade física, seja correr, andar de bicicleta ou algo leve como uma caminhada,

caminhada

bastam alguns minutos para o coração começar a bater acelerado. Mas por que isso acontece?

O médico do esporte da Seleção Brasileira de Basquete, Gilberto Cunha, explica que antes mesmo de o indivíduo começar o exercício, o sistema nervoso envia impulsos e comanda a liberação de substâncias estimulantes para o coração, artérias e músculos. Tudo com o objetivo de preparar o organismo para as atividades que estão por vir.

“À medida que a pessoa começa a se exercitar, o coração precisa bombear mais sangue para suprir a necessidade dos músculos por nutrientes e oxigênio. Os batimentos vão aumentando junto com a respiração conforme a intensidade do esforço realizado”, explica Cunha.

Com o corpo em repouso, o coração bate mais devagar e o sangue leva cerca de um minuto para fazer uma volta completa no organismo. Exercícios ou emoções deixam as células famintas por nutrientes e oxigênio, então, o músculo cardíaco passa a bater mais rápido para manter o suprimento.

Mas é importante lembrar que antes de iniciar qualquer atividade, o ideal é ser avaliado por um médico, para conhecer as contraindicações dos exercícios e avaliar também os seus limites, já que não existe uma receita que sirva para todos. As determinações mais individualizadas dependem da idade, sexo, histórico de problemas de saúde etc.

“É necessária uma avaliação prévia, pois existem riscos associados a qualquer atividade física. Há possibilidade de o indivíduo sofrer lesões ortopédicas associadas ao preparo inadequado para a carga suportada no esforço (como lesões dos músculos, ligamentos, tendões, articulações e até fraturas). Outro tipo de problema que pode ser decorrente da prática desorientada de exercícios envolve eventos cardiovasculares graves, como desmaios, infarto, AVC, arritmias e morte súbita, que podem ocorrer quando é ultrapassada a intensidade de esforço máxima que poderia ser tolerada”, afirma o médico do esporte.

Fonte:Coração Alerta

Voltar


Curso Técnico em Radiologia


NEWSLETTER

Assine nossa newsletter e receba todas as novidades no seu email.

Desenvolvido por danielfarias.net
Topo