Médicos alertam para riscos de transmissão de doenças na Copa

CEDUF | Centro de Educação Profissional

Médicos alertam para riscos de transmissão de doenças na Copa

Você já se vacinou contra a gripe? E contra o sarampo? Manter a carteira de vacinação em dia é fundamental, principalmente durante eventos de grandes aglomerações, como a Copa do Mundo.

vacina

Como explicaram os infectologistas Caio Rosenthal e Adilson Cavalcante, o vírus H1N1 é uma das principais preocupações nessa época já que, em alguns casos, pode até levar à morte.

Entre os sintomas, estão febre, tosse, coriza, dor de garganta e dor de cabeça e, segundo Caio, esses sinais podem evoluir para complicações graves, como pneumonia. Por isso, é fundamental se vacinar - o médico alerta, no entanto, que a vacina não causa gripe já que é feita de um vírus morto.

Há preocupações também com a dengue durante a Copa do Mundo - a recomendação é evitar acúmulo de água que possa favorecer a proliferação do mosquito. De acordo com Adilson, uma pessoa pode pegar a doença até 4 vezes, e em cada uma dessas vezes, o quadro é mais grave. Caio acrescenta ainda que ainda não existe vacina contra a dengue, mas há uma perspectiva.

O sarampo também é uma preocupação - desde 2000, o Brasil estava livre da doença, mas como ela ainda não foi totalmente erradicada em alguns países da Europa, há a chance de ela ser “trazida” pelos turistas. O problema do sarampo, segundo os médicos, é que a taxa de surto do vírus é muito alta – por isso, quem nunca foi vacinado ou não se lembra (exceto gestantes), deve procurar um posto de vacinação.

A poliomielite também é uma doença que há décadas não tem registro de contaminação no Brasil. A transmissão, no entanto, não é tão fácil - mesmo assim, é importante se vacinar. Por último, os médicos alertaram para o risco da febre amarela, que pode dar sintomas parecidos aos da dengue, como febre alta, dor de cabeça, dor no corpo, cansaço e vômitos. Para se proteger, é preciso se vacinar pelo menos 15 dias antes da Copa do Mundo, período que a vacina demora para fazer efeito.

Fonte: Portal da Enfermagem

Voltar


Curso Técnico em Radiologia


NEWSLETTER

Assine nossa newsletter e receba todas as novidades no seu email.

Desenvolvido por danielfarias.net
Topo