Ultrassom diminui desconforto na biópsia de tumores

CEDUF | Centro de Educação Profissional

Ultrassom diminui desconforto na biópsia de tumores

O exame de ultrassom direcionado tem a mesma capacidade de guiar a biópsia de tumores malignos, que a ressonância magnética, que é mais invasiva, mais lenta e mais cara.

ultraPublicado neste mês na revista "European Journal of Radiology". Por isso, escrevem os autores, o procedimento pode ser um substituto da ressonância magnética na biópsia.

A mamografia tem sido objeto de debate após estudos demonstrarem que o exame poderia submeter algumas pacientes a transtornos desnecessários, sendo a biópsia o maior deles. A biópsia é feita para verificar a possibilidade da alteração encontrada no exame ser maligna ou não.

Para realizar o procedimento, uma ressonância magnética é feita para guiar a retirada do tecido . O ultrassom, mais barato e mais rápido, pode ser usado para diminuir o desconforto, o tempo do exame e o custo.

No estudo, o ultrassom foi feito em 49 pacientes que já haviam feito a ressonância. O ultrassom detectou 100% dos tumores de categoria 5 e 90% de categoria 4. "O ultrassom é mais preciso e por isso a biópsia é feita em menos tempo", explica Elvira Ferreira Marques, diretora do serviço de mamografia e diagnóstico por Imagens das Mamas do A.C Camargo.

Segundo ela, muitos planos de saúde pedem autorização para a ressonância, o que não ocorre com o ultrassom, e nem todos os convênios cobrem o exame.

Fonte: Portal da Enfermagem

Voltar


Curso Técnico em Radiologia


NEWSLETTER

Assine nossa newsletter e receba todas as novidades no seu email.

Desenvolvido por danielfarias.net
Topo